UM PASSO HISTÓRICO – Ministro do Trabalho Manoel Dias anuncia encaminhamento da proposta para criação do conselho profissional dos técnicos

UM PASSO HISTÓRICO – Ministro do Trabalho Manoel Dias anuncia encaminhamento da proposta para criação do conselho profissional dos técnicos

ATABRASIL esteve presente neste momento importante para a categoria dos Técnicos Agrícolas

O Ministro Manoel Dias, deputado Giovani Cherini, entidades dos técnicos e membros da comissão: conclusão dos trabalhos e encaminhamento da proposta a Casa Civil.

O dia 20 de maio de 2014 já entrou para a história do movimento dos Técnicos Agrícolas e Industriais. É a data em que o ministro do Trabalho Manoel Dias recebeu, em seu gabinete, o deputado federal Giovani Cherini e dirigentes de entidades representantes da categoria para anunciar a conclusão dos trabalhos referentes à Portaria nº 59, a qual constituía uma comissão para o estudo do desmembramento dos técnicos do Sistema CONFEA/CREA. No ato, o Ministro ratificou o encaminhamento, a presidente Dilma, da proposta de criação do Conselho Profissional dos Técnicos, uma das grandes reivindicações da categoria ao longo da história do movimento.

O deputado destacou a efetiva participação das entidades dos técnicos: a FENTEC – Federação Nacional dos Técnicos Industriais, a ATABRASIL – Associação dos Técnicos Agrícolas do Brasil, a OITEC – Organização Internacional dos Técnicos; e principalmente, do ministro Manoel Dias pela forma com que tratou desse assunto, sensibilizando todos em prol do que é melhor para a sociedade brasileira. “Finalmente os técnicos vão ganhar a tão sonhada liberdade profissional”, destacou o parlamentar.

O Diretor da ATABRASIL e presidente do Sindicato dos Técnicos Agrícolas do RS – SINTARGS, Carlos Coelho, também destacou a acolhida do Ministério do Trabalho, decisão que vem ao encontro da política do Governo Federal de valorização dos técnicos. “Hoje, cerca de um milhão e quinhentos mil profissionais de nível técnico nas áreas industrial e agrícola exercem suas atividades profissionais, impulsionadas pela decisão do Governo Federal em priorizar o ensino técnico no Brasil através do PRONATEC e da ampliação da rede federal de escolas técnicas”, afirmou o dirigente.

Além do ministro, do deputado e dos integrantes da comissão, também participaram da reunião, Carlos Dinarte Coelho, diretor da ATABRASIL, José Carlos Coutinho, diretor da FENTEC e do Sindicato dos Técnicos Industriais do Estado de Santa Catarina – SINTEC-SC e Antônio Tiago da Silva, presidente do Sindicato dos Técnicos Agrícolas do Estado de Santa Catarina – SINTAGRI, Rodrigo Minotto, ex-chefe de gabinete do Ministro Manoel Dias e, Carlos Athur Barbosa, Fabio Battistello, membros do Grupo de Trabalho do MTE.

Entenda: Por demanda dos profissionais da área técnica e do Congresso Nacional, o Ministério do Trabalho e Emprego instituiu Grupo de Trabalho (Portaria nº 59) para avaliar a conveniência do desmembramento dos técnicos agrícolas e dos técnicos industriais do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia – CONFEA. O Grupo de Trabalho promoveu debates com as entidades representativas dos técnicos industriais e dos técnicos agrícolas em diversas regiões do país onde contou com a participação de vários estados (RS, SC, PR, SP, RJ, MG, ES, DF, BA, SE, AL, PE, PB, RN, CE, PI, MA e GO), do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA), do Conselho Federal dos Arquitetos e Urbanistas (CAU) e dos órgãos técnicos do MTE.

Obrigados ao registro no CONFEA, pela Lei nº 5.194/66, os técnicos não possuem assento nos colegiados de forma proporcional, a exemplo das demais categorias profissionais que compõem o sistema CONFEA.

Deixe uma resposta

Fechar Menu